Adasa avalia nível das barragens de Santa Maria e do Descoberto no DF

By 8 de Fevereiro de 2018Destaque, Notícias

Barragem do Descoberto | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

Agência fala também sobre o uso racional da água na zona rural

 

FONTE: EBC

 

As barragens de Santa Maria e do Descoberto no Distrito Federal têm enfrentado uma grave crise hídrica desde o ano passado. No final de 2017, a Adasa estimou que o nível do Descoberto atingiria 50% do volume total até maio deste ano. Porém, essa marca já foi atingida. Sobre esse assunto, o Brasil Rural conversou com o coordenador de informações hidrológicas da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), Weber Alves.

“A gente ficou muito feliz com os níveis que o reservatório atingiu, mas a gente está com uma ressalva ainda se esses níveis pluviomêtricos irão permanecer”, revelou.

Segundo ele, o comportamento pluviométrico é de difícil previsibilidade. “No ano passado, por exemplo, choveu muito em janeiro. Este ano não. A gente teve um veranico bem longo. Como o período chuvoso se estende até abril e maio, a gente ainda vai analisar, a médio e longo prazos, quais serão as medidas mais prudentes. O problema é que estamos, desde 2015, com essa estiagem.” 

Na entrevista, Weber falou também sobre o uso racional da água na zona rural, o planejamento da Adasa para 2018 e efeitos climáticos como El Niño

 
Ouça a entrevista completa no player.


 

Brasil Rural vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 5h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio; sábado, às 5h, pela Rádio Nacional do Alto Solimões e, às 7h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional da Amazônia.

 


Assessoria de Comunicação Social (ASCOM/CORSAP)
(61) 3297-5041 – 3201-5042
ascom@corsapdfgo.eco.br