Comissão de Mudanças Climáticas discutirá agricultura de baixo carbono

By 11 de outubro de 2017Destaque, Notícias

Marcos Vergueiro/Secom MT

 

As boas práticas na agricultura de baixo carbono, como plantio direto e moratória da soja, serão debatidas em audiência pública interativa da Comissão Mista Permanente sobre de Mudanças Climáticas na quarta-feira (11).

 
Fonte: Agência Senado
Da Redação

O plantio direto está previsto no Programa ABC do governo federal, de incentivo na agricultura da adoção de tecnologias que reduzam as emissões de gases de efeito estufa. Pelo método, a palha e os demais restos vegetais de outras culturas são mantidos na superfície do solo, garantindo sua cobertura e proteção. A terra só é manipulada no momento do plantio para depositar sementes e fertilizantes.

Dados da Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha e da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontam que no, Brasil, há cerca de 32 milhões de hectares plantados com uso desse sistema.

Já a Moratória da Soja foi um acordo feito entre governo, setor produtivo e sociedade civil em 2006 para garantir que a soja brasileira só tenha acesso ao mercado de commodities caso a produção não cause desmatamento, não utilize trabalho escravo nem ameace terras indígenas. Em dez anos de sua vigência, estima-se que os quase 6 mil quilômetros quadrados que eram desmatados anualmente para plantio da soja antes da moratória tenham sido reduzidos a 826 quilômetros quadrados anuais. Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais, a área em desacordo com a moratória (ou seja, desmatamento para plantio de soja) no ano de 2016 foi de 37.155 hectares (371 km quadrados), equivalente a 1,2% do total desflorestado no bioma amazônia.

Para discutir essas e outras boas práticas na agricultura brasileira, foram convidados o assessor especial do Ministério da Agricultura, João Campari; a secretária-executiva do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), Laura de Santis Prada; o presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), Carlo Lovatelli; e o pesquisador da Embrapa Cerrados Robélio Marchão.

A audiência está marcada para 9h30 na sala 6 da Ala Nilo Coelho.

COMO ACOMPANHAR E PARTICIPAR

Participe: 
http://bit.ly/audienciainterativa
Portal e-Cidadania:
www.senado.gov.br/ecidadania
Alô Senado (0800-612211)