SLU apresenta edital para contratação de novas empresas de coleta

By 3 de Janeiro de 2017Destaque, Notícias

Márcio Godinho

A coleta seletiva será implantada em todo o Distrito Federal a partir de outubro de 2017, quando entram em vigor os novos contratos do SLU com as empresas que farão a limpeza urbana e o manejo de resíduos sólidos no Distrito Federal.

A versão preliminar do edital de licitação foi apresentada hoje (16) em audiência pública com várias novidades em relação ao sistema de contratação atual. Com valor global de cerca de R$ 265 milhões, o serviço de limpeza urbana será dividido em três lotes, cada um deles abrangendo cerca de um terço da população.

Além da coleta convencional e seletiva em todo o Distrito Federal, as empresas vencedoras terão que implantar 60 contêineres semienterrados, conhecidos como papalixo, em áreas de difícil acesso, instalar 21 mil lixeiras e organizar um serviço de atendimento ao usuário. Os novos contratos também exigem a manutenção de uma equipe permanente de mobilização social e de orientação à população, a instalação de 244 pontos de entrega voluntária de material reciclável (LEV) e o rastreamento via satélite de todos os caminhões de coleta.

Os documentos relativos a essa licitação estão disponíveis no site do SLU (slu.df.gov.br) até o dia 11 de janeiro para receber sugestões e contribuições. No dia 20 de janeiro, acontece a segunda fase da audiência pública para concluir o processo de consulta à população. Em seguida o edital será publicado, dando início ao processo de seleção das empresas que irão executar os serviços.

Fonte: SLU