Planaltina de Goiás recebe CORSAP itinerante

By 28 de setembro de 2016Destaque, Notícias

A secretária de Meio Ambiente de Planaltina de Goiás, Rosa Rodrigues, recebeu o CORSAP itinerante e conversou com nossa TV sobre a importância da nossa visita, sobre os projetos ambientais em andamento no Município e também sobre os impasses em relação ao aterro sanitário, fruto de uma Parceria Público Privada (PPP), instalado na região.

Rosa considera que, por meio do modelo de gestão consorciada proporcionado pelo Consórcio, Planaltina de Goiás poderá ser sede para a implantação de um aterro sanitário de grande porte, que irá receber os resíduos de boa parte da Região Norte na área de abrangência do CORSAP: Água Fria (1,27 ton/dia), Cabeceiras (3,22 ton/dia), Formosa (88 ton/dia), Planaltina de Goiás (69 ton/dia) e Vila Boa (2,18 ton/dia).

igreja-852x500

Matriz do Divino Espírito Santo

A prefeitura está em fase de elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico, entretanto, não chegou no produto “resíduos sólidos”. A boa notícia é o fato de que este produto poderá ser integrado do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e Águas Pluviais do CORSAP, conforme assegura a Lei 12.305/2010 (PNRS), isentando os Municípios que optarem por soluções consorciadas de elaborar planos individuais, sobretudo pelos altos custos envolvidos nesse processo de estudo, diagnóstico e elaboração dos planos.

reciclagem-852x500

Material para reciclagem

Rosa destacou avanços da Prefeitura para buscar recursos com o propósito de instalar diversos Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) em Planaltina de Goiás. A primeira unidade já foi construída e está em funcionamento. No local, cerca de vinte catadores de matérias reutilizáveis e recicláveis são administrados pela Associação de Manipuladores de Resíduos Reciclados.

Os catadores e membros dessa associação foram treinados e capacitados pelo SEBRAE, nos temas “cooperativismo“ e “associativismo” para, num futuro breve, a Associação ser transformada em cooperativa.

Outra conquista é a parceria firmada entre a Secretaria de Meio Ambiente e a empresa Tetra PAK para instalar PEVs menores em órgãos e escolas públicas, para a entrega voluntária de material reciclável e lixo eletrônico.

Além disso, a união de esforços entre as Secretarias de Educação e Meio Ambiente vão possibilitar a recuperação de um parque infantil depredado. O projeto recebe o nome de Parque Sustentável e traz a proposta de revitalização com baixo custo, realizada por crianças e professores da rede pública, por meio da utilização de materiais recicláveis e reutilizáveis.

A questão da PPP, ainda pouco esclarecida para os moradores da região, está em vias judiciais e, até onde soubemos, o contrato está sob auditoria e denúncias estão sendo apuradas. A empresa em questão também foi notificada pela Prefeitura Municipal de Planaltina de Goiás.

O prefeito da cidade, Éles Reis de Freitas, estava em viagem durante a visita do CORSAP itinerante. Ele está inserido no Programa Cidades Sustentáveis que impõe doze metas de sustentabilidade aos Municípios brasileiros a serem cumpridas ao longo de quatro anos, mediante assinatura de um Termo de Compromisso.

Nós aguardamos a visita dele no Consócio, em Brasília.

Compartilhe: